6 dicas para criar uma rotina de estudos

6 dicas para criar uma rotina de estudos saudável e produtiva

aprenda estratégias práticas para estabelecer uma rotina de estudos eficiente e produtiva.

Não existe uma fórmula pronta para se estabelecer uma rotina de estudos que funcione para todo mundo. O que existe é disposição, dedicação e, principalmente, organização para que a tarefa de estudar seja eficaz e renda resultados positivos.

Por isso, manter uma rotina produtiva e saudável de estudos pode ser a solução para garantir a aprovação em provas, vestibulares ou concursos. Neste post, vamos apresentar 6 dicas que podem te ajudar a estudar melhor!

O que você vai ver neste post:

 

Boa leitura!

 

Definindo uma rotina de estudos

Para muitos, saber como criar uma rotina de estudos pode ser um desafio, afinal, todos temos muitas preocupações no dia a dia que podem desviar nossa atenção.

Sendo assim, o primeiro passo é se organizar e estabelecer um planejamento que seja tangível e dentro de suas possibilidades.

Pensando nisso, vamos discutir como estudar de forma produtiva e sem comprometer suas outras responsabilidades.

 

Construindo seu cronograma de estudos semanal

 

1. Defina horários de estudo em sua agenda

Organizar seus estudos durante toda a semana deve ser sua primeira prioridade. Apesar de exigir muita dedicação e disciplina, seguir um cronograma de estudos é essencial para chegar no resultado que você espera.

Defina horários que sejam dedicados exclusivamente para estudar, nada de distrações como TV, celulares e afins por perto. Esse deve ser um momento exclusivo para você e seus livros.

Montar esse cronograma também não precisa ser um bicho de sete cabeças, basta definir horários que se encaixem na sua rotina, podendo até haver certa flexibilidade, pois o que importa é que o momento do estudo seja, de fato, realizado de acordo com a rotina estabelecida.

Outro ponto importante é saber organizar quais conteúdos devem ser estudados. Lembre-se de dar a devida atenção para aqueles que você tem mais dificuldade, mas também não deixe de diversificar seus estudos.

Variar os conteúdos a cada dia pode ser uma forma de evitar o desgaste mental e que sua rotina se torne maçante. Saiba respeitar seus limites, pois ir muito além daquilo que seria o ideal naquele momento pode causar o efeito contrário em seus estudos.

Além disso, ter um espaço só seu para estudar também é essencial para tirar o máximo proveito de seus estudos.

Veja também:

 

2. Faça listas de suas tarefas

Não confie exclusivamente em sua memória, faça lista de todas as suas tarefas e dos conteúdos que precisa estudar.

Tenha tudo anotado em um caderno ou, até mesmo, em apps para seu celular. Além disso, seja específico sobre os conteúdos que deve estudar diariamente.

Em vez de simplesmente criar um alarme com o título “hora de estudar”, use títulos que sejam mais claros, como: “ler páginas 20-50 de livro X”, “resolver exercícios 1-10” etc.

Em total sintonia com a dica anterior, manter essa organização também é uma forma de evitar que você se sobrecarregue com preocupações desnecessárias, como não saber o que estudar naquele dia.

Manter uma lista de atividades coesa permite maior controle sobre seus estudos, além de uma perspectiva mais clara sobre o que vai demandar mais sua atenção.

Não se esqueça, também, de que, ao término de cada tarefa, você deve marcá-la como concluída.

 

3. Determine a duração de seus estudos

Normalmente, conseguimos manter a concentração nos estudos por cerca de 40 a 90 minutos. Fazer um pequeno intervalo também é essencial para que o conteúdo seja absorvido da melhor maneira possível. Contudo, evite pausas longas, pois estudar por 1 hora e depois fazer uma pausa de 40 minutos antes de retomar o raciocínio pode prejudicar seus esforços de concentração.

Outro ponto muito importante é definir horários e durações que sejam coerentes com a sua disposição e que tenham um efeito positivo na produtividade de seus estudos.

Mais uma vez, nada de excessos aqui:  é muito importante que você dê ao seu cérebro o tempo necessário para que ele possa processar todas as informações que você vem absorvendo durante sua rotina de estudos.

Portanto, defina a duração que sua atenção ficará voltada integralmente aos estudos e respeite esse tempo. Sem exageros e sem deixar de levar em consideração o seu tempo de descanso.

 

4. Atenção durante o descanso

É indispensável que sua mente tenha um tempo para descansar e maturar todo o conteúdo que foi absorvido durante seus estudos, no entanto, é preciso se atentar às atividades que você deve ou não fazer durante suas pausas.

Evite atividades que possam impedir que você relaxe de fato, pois elas podem acabar tomando sua atenção e até inibir sua vontade de voltar aos estudos após a pausa.

Um bom exemplo de uma  atividade para se fazer durante a pausa seria um exercício físico leve. Por exemplo, digamos que você estudou por cerca de 45 minutos, então, uma corrida curta de 10 minutos seria ideal. Até mesmo porque, assim, você estará flexionando seu corpo, que ficou inerte durante quase uma hora enquanto você estudava.

O exercício, além de ser benéfico para seu corpo, também contribui para o relaxamento da sua mente.

 

5. Seu sono também importa

Assim como falamos sobre o descanso de qualidade entre suas pausas, também devemos ressaltar que os descansos mais longos também são de extrema importância para manter sua rotina de estudos saudável e produtiva.

Muitas pessoas acabam priorizando seus estudos e preferem dormir menos para poder se dedicar mais tempo à sua rotina de estudos, o que é compreensível. No entanto, isso pode ser prejudicial, pois o ideal é que possamos dormir por, pelo menos, 8 horas toda noite.

Comprometer seus sono em favor de investir mais tempo nos estudos pode acabar por ter efeitos adversos na sua capacidade de manter o foco por longos períodos, além de prejudicar sua habilidade de absorver os conteúdos.

Idealmente, determine sua rotina de estudo dentro dos limites das suas capacidades fisiológicas e encontre o equilíbrio entre as necessidades de seu corpo e seus objetivos.

 

6. Estude melhor tendo uma alimentação saudável 

Pode não parecer, mas a alimentação saudável tem um grande impacto na sua rotina de estudos.

Alimentos mais ricos em fibras, além de nutritivos e serem muito bons para saúde, também estimulam as capacidades cognitivas.

Confira uma lista de alimentos que são extremamente benéficos para sua capacidade de concentração:

  • Aveia; 
  • Arroz;   
  • Fígado;  
  • Peixe e frutos do mar em geral;  
  • Ovos;  
  • Castanhas e nozes;   
  • Leite e derivados.

O cafezinho de todos os dias também pode ser um aliado, pois ele também ajuda na concentração e na produtividade, mas deve ser consumido de maneira ocasional e em momentos bem específicos. Caso contrário, ele pode prejudicar seu sono.

Resumo:  Para construir uma rotina de estudos saudável e produtiva é preciso dedicação e disciplina, além de levar em consideração os benefícios de uma boa alimentação e as necessidades de descanso para uma melhor absorção dos conteúdos .

Outro fator que pode ser um grande aliado na construção de uma rotina de estudos saudável é a participação ativa da família. Confira em nosso outro artigo qual o papel dos familiares dentro e fora da escola na formação do indivíduo.

Compartilhe agora!

{{ reviewsTotal }}{{ options.labels.singularReviewCountLabel }}
{{ reviewsTotal }}{{ options.labels.pluralReviewCountLabel }}
{{ options.labels.newReviewButton }}
{{ userData.canReview.message }}
Precisa de ajuda?